terça-feira, 30 de setembro de 2014

DERRADEIRA PRIMAVERA - TROVAS # OLIVALDO JUNIOR - SP


Olivaldo Júnior 
<olivaldo.junior@outlook.com>

*
Derradeira Primavera
Trovas, 21/09/2014
*
"Derradeira Primavera"
não é só do "Poetinha"...
Também é de quem se dera
para o Frio, que espezinha.
 *
Do jardim mais descuidado,
todo em lixo e puro cisco,
surge logo um beijo amado,
pé de flor a São Francisco.
 *
Coração de moço triste
refloresce de alegria
quando bica seu alpiste
perto dela, a Poesia...
 *
Tenho, sim, imaginado
outro mundo só pra nós,
mas o "bem" idealizado
soa mal a quem tem voz...
 *
Uma flor cresceu sozinha,
nunca teve um grande amor...
Nem a erva mais daninha
foi mais só do que essa flor...
 *
Minha mãe plantou beijinhos
no jardim aqui de casa;
noite alta, uns mil anjinhos
enfeitaram cada asa.
 *
Quando, à vera, me coloco
entre primas e bordões, 
violão, que eu nunca toco,
toca fundo os corações!...
*
Olivaldo Júnior
 *
Mogi Guaçu, São Paulo, 23 de setembro de 2014.
*
*